Ambiente

 
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
 

A Serra de Sintra, atinge o seu ponto mais alto a 529 m de altitude, já assinalado no séc. XVI, nas cartas de D. João III (1522), por uma cruz. Tendo esta sido destruída por um raio, D. Fernando II, no séc. XIX, mandou colocar outra que se designa por Cruz Alta.

Esta floresta do Parque da Pena, estende-se até à Freguesia de Colares que a recebe em grande extensão. Ela detém variadíssimas espécies e tem merecida uma vigilância constante para a defender dos incêndios.

Os percursos pedonais, são os mais indicados para se percorrer a floresta para que, deste modo, o ambiente seja melhor preservado. Sob as seculares árvores por onde as heras se entrelaçam e onde o sol dificilmente as atravessam, existem locais preparados para merendar e repousar, dentro dos limites éticos ambientais.

Recolha de F.C

 

PARQUES E JARDINS

A Freguesia de Colares é uma extensa mancha verdejante e florestal e, embora não possua parques ou jardins públicos dignos de nota, está todavia, na totalidade, inserida na área do Parque Natural de Sintra-Cascais.

“O maciço eruptivo de Sintra, a faixa litoral entre a cidadela de Cascais e a Foz do Falcão a Sul da Ericeira e o Planalto de S. João das Lampas são as unidades paisagísticas essenciais do Parque Natural de Sintra-Cascais.

A serra de Sintra, desde há muito cantada pela sua beleza, destaca-se como elemento aglutinador do conjunto, sendo de realçar o seu interesse geomorfológico e riqueza florística.

A faixa costeira, sucessão de arribas baixas, zonas dunares e areais escondidos, altas falésias calcárias, cachopos e farilhões é dominada pelo Cabo da Roca, proa ocidental da Europa. A área agrícola, zona de antiga humanização, é retalhada por muros de pedra seca ou sebes vivas de cana ou caniço, defesa contra os fortes ventos marítimos.

Em todo o Parque Natural estão presentes as obras dos homens. Umas, monumentais e sobejamente conhecidas, caso do Palácio da Pena, do Castelo dos Mouros ou do centro histórico de Sintra. Outras, mais simples e por vezes ignoradas, como a capela de São Mamede em Janas ou os inúmeros exemplos de arquitectura popular.”

In Brochura “Parque Natural de Sintra-Cascais”

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=oR-WBenrxHM?hl=en"><img src="http://www.jf-colares.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Álbum Fotográfico

Agosto 2017
S T Q Q S S D
     
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031